Doença. O alívio para o meu viver

Doença. O alívio para o meu viver


Não sei por quanto tempo meu corpo aguentaria o luto ao descobrir o diabetes.
Acredito que, aos poucos, eu seria o responsável por acabar comigo.
Seria mais um, ou teria alguns, depois da minha partida, que colocariam o diabetes o culpado de tudo.
Acordei a tempo de colocar minha vida à frente da doença e se antes, acreditava que o diabetes fosse o fim da linha, eu coloquei ele como ponto de partida na mudança que precisava no meu viver.
Hoje estou aliviado por estar mais um dia vivo, graças ao que a doença me mostrou.

+ Não há comentários

Deixe o seu