fbpx

Diabetes e pele ressecada. O que fazer?

Criado por Pablo Silva em 12 de agosto de 2020

Diabéticos costumam ter uma tendência maior para o ressecamento de pele, pois a doença pode gerar alterações nos nervos da pele.

Dentro do sistema nervoso, existem terminações que controlam a produção de suor e sebo, com isso, a pele tende a ficar mais ressecada.

Outro ponto, é que pessoas com diabetes tendem a urinar com maior freqüência, na tentativa do organismo eliminar o excesso de glicose no sangue e isso acaba gerando uma desidratação e um ressecamento da pele.

Ao longo destes anos de diagnóstico do diabetes, procurei opções que pudessem de fato auxiliar na hidratação da minha pele e principalmente dos meus pés.

Comecei a testar o creme da Cedraflon e hoje, posso afirmar que é o meu creme de hidratação e que fica ao lado da minha cabeceira da minha cama para refrescar os meus pés após um longo dia e para estar pronto para os novos desafios com a Bete no dia seguinte.

Abaixo, vou deixar maiores detalhes sobre o Cedralon e um link para acesso gratuito ao e-book “Diabetes x Pele | Quais os sintomas e as complicações de pele mais comuns?”

Cedraflon é 3 em 1:

  • Hidratação intensa com efeito prolongado, graças a exclusiva tecnologia da MATRIZ 3D e baixa concentração de uréia, garantindo uma hidratação da medida certa, sem esfoliar a pele;
  • Absorção imediata com toque seco, não deixando os dedos e pés úmidos;
  • Refrescância com uma fragrância delicada, reduzindo a coceira, graças ao mentol;

FIQUE ATENTO:

A ureia, dependendo da sua concentração no creme hidratante, possui efeito de “esfoliação”, não sendo indicado para a pele do paciente com diabetes, pois já é uma pele ressecada e fragilizada.

Acesso ao e-book gratuito!

Tags: 

Pablo Silva

Pablo Silva é professor, especialista em tecnologia educacional, jornalista e atua na área de tecnologia há mais de 10 anos. Após o diagnóstico do diabetes, resolveu compartilhar sua vida e criou o site “Eu e a Bete” que, por meio do seus canais, transmite a mensagem que o diabetes não é uma limitação e que pode se transformar em uma motivação pra sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

Blog dedicado a compartilhar informações e experiências da vida com diabetes tipo 1.
Saiba mais sobre o autor.

Contato

Este site é mantido por Thoughtbox
twitteryoutube-playinstagramfacebook-official