fbpx

Pré-Diabetes

Criado por Pablo Silva em 19 de julho de 2018

Visão geral

Pré-diabetes significa que o nível de açúcar no sangue é maior que o normal, mas ainda não alto o suficiente para ser diagnosticado com diabetes tipo 2. Sem mudanças no estilo de vida, é muito provável que pessoas com pré-diabetes progridam para o diabetes tipo 2. Se você tem pré-diabetes, o dano a longo prazo  - especialmente para o coração, vasos sanguíneos e rins - pode já estar começando.

Comer alimentos saudáveis, incorporar a atividade física em sua rotina diária e manter um peso saudável pode ajudar a elevar o nível de açúcar no sangue ao normal.

O pré-diabetes afeta adultos e crianças. As mesmas mudanças de estilo de vida que podem ajudar a prevenir a progressão do diabetes em adultos também podem ajudar a trazer de volta ao normal os níveis de açúcar no sangue das crianças.

Sintomas

O pré-diabetes geralmente não apresenta sinais ou sintomas.

Um possível sinal de que você pode estar em risco de diabetes tipo 2 é a pele escurecida em certas partes do corpo. Áreas afetadas podem incluir o pescoço, axilas, cotovelos, joelhos e juntas.

Sinais e sintomas clássicos que sugerem que você mudou de pré-diabetes para diabetes tipo 2 incluem:

  • Aumento da sede
  • Micção freqüente
  • Fadiga
  • Visão embaçada

Consulte o seu médico se estiver preocupado com diabetes ou se notar quaisquer sinais ou sintomas de diabetes tipo 2. Pergunte ao seu médico sobre a avaliação da glicemia se você tiver algum fator de risco para pré-diabetes.

Fatores de risco

Os mesmos fatores que aumentam o risco de desenvolver diabetes tipo 2 aumentam o risco de desenvolver pré-diabetes. Esses fatores incluem:

Peso - Estar acima do peso é um fator de risco primário para pré-diabetes. Quanto mais tecido adiposo você tem - especialmente dentro e entre os músculos e a pele ao redor do abdômen -, mais resistentes suas células se tornam à insulina.

Padrões alimentares - Comer carne vermelha, carne processada e beber bebidas adoçadas com açúcar está associado a um risco maior de pré-diabetes. Uma dieta rica em frutas, legumes, nozes, grãos integrais e azeite de oliva está associada a um menor risco de pré-diabetes.

Inatividade - Quanto menos ativo você for, maior o risco de pré-diabetes. A atividade física ajuda você a controlar seu peso, usa glicose como energia e torna suas células mais sensíveis à insulina.

Complicações

A consequência mais séria do pré-diabetes é a progressão para o diabetes tipo 2. Isso porque o diabetes tipo 2 pode levar a:

  • Pressão alta
  • Colesterol alto
  • Doença cardíaca
  • Acidente vascular encefálico
  • Doença renal
  • Cegueira
  • Amputações

Procure o seu médico!

Referência:

https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/prediabetes/symptoms-causes/syc-20355278

Pablo Silva

Pablo Silva é professor, especialista em tecnologia educacional, jornalista e atua na área de tecnologia há mais de 10 anos. Após o diagnóstico do diabetes, resolveu compartilhar sua vida e criou o site “Eu e a Bete” que, por meio do seus canais, transmite a mensagem que o diabetes não é uma limitação e que pode se transformar em uma motivação pra sua vida.

Sobre

Blog dedicado a compartilhar informações e experiências da vida com diabetes tipo 1.
Saiba mais sobre o autor.

Contato

Este site é mantido por Thoughtbox
twitteryoutube-playinstagramfacebook-official